Hagueta Schultz Revista Sexy – Fotos e Vídeos Grátis

A catarinense Hagueta Schultz conta que adora lembrar o dia das fotos na hora do sexo e que tudo fica ainda melhor se A pegação for em público.

fotos_ Marco Máximo / edição_ Susanne Sassaki / produção_ Marcelo Ultra / cabelo e maquiagem_ Rafael Manole / assistente de fotografia_ Cris Soares e Hélio Norio

 

FOTOS GRÁTIS

Hagueta Schultz - Sexy Girls - Sexy Clube
Hagueta Schultz - Sexy Girls - Sexy Clube

Login Entre e aprecie muitos outros conteúdos.

 

Hagueta Schultz_ 24 anos, Catarinense

Nome e sobrenome estrangeiro. Você é de onde?
Tenho ascendência alemã. Gosto de quando reparam.

Foi fácil tirar a roupa ou precisou de ajuda?
Foi bom. Meu namorado estava junto e não é muito difícil eu ficar pelada. Não tenho nenhuma dificuldade com isso.

Seu namorado?
Foi uma experiência nova pra ele, né? Quando recebi o convite, cheguei nele falando que ia fazer. “Você não quer ir comigo?”, perguntei. Ele ficou meio assim, mas topou e no final ficou bem tranquilo.

A relação de vocês apimentou um pouco depois?
Querendo ou não apimenta. A gente fica lembrando, ele vive lembrando das poses, das lingeries, fica pedindo pra eu fazer aqueles penteados de novo… Valeu a pena o nervoso de me ver pelada na frente de seis pessoas (risos).

De que parte do seu corpo você mais gosta?
Eu gosto de tudo (risos). Eu sou muito feliz com meu corpo, não tenho nada que gostaria de mudar, sabia? Eu gosto do bumbum, acho que é natural e lindo.

Prefere homem carinhoso ou aquele que parte pra sacanagem?
Acho que sacanagem vem primeiro. Sexo pra mim é aquela coisa animal. Gosto de falar e ouvir sacanagem na hora. Assim é melhor pra todo mundo.

Qual o seu fetiche, Hagueta?
Eu sinto muito tesão em transar em lugares que alguém pode nos pegar. Se vejo que estou num lugar assim, já rola aquela vontade. Pode ser desde o quarto ao lado na casa dos meus pais ou algum lugar público. Eu sinto muito tesão nesse tipo de coisa. Tenho feito em lugares que você não imagina.