Mulher Melão

Mulher Melão, nua na quebrada.

A Mulher Melão, no auge, tira a roupa na Heliópolis e faz a alegria da comunidade e do Brasil todo.

fotos_ Haruo Kaneko (BRWAX) / realização_ Laisa Marçuli D’Ambrosio / beleza_ Paulo Avila / stylist_ Gugu Ribeiro / assistente de fotografia_ Gustavo Amaral / assistente produção_ Ana Paula Olival / videomaker_ Rodrigo F. Silva / agradecimento_ Império Bar – @imperio_bar_ (Comunidade Heliópolis)

 

VÍDEO GRÁTIS

 

FOTOS GRÁTIS

Mulher Melão - Revista SEXY de Junho de 2016
Mulher Melão - Revista SEXY de Junho de 2016
Mulher Melão - Revista SEXY de Junho de 2016
Mulher Melão - Revista SEXY de Junho de 2016

Login Entre e aprecie muitos outros conteúdos.

 

Renata Frisson (Mulher Melão) / 26 anos, catarinense

Você parou a Heliópolis (comunidade de São Paulo), né?
Parei. E foi legal porque também teve o carinho da comunidade, tanto das mulheres quantos dos homens? todo mundo parou pra ver e pediram pra tirar fotos.

E você não teve pudor nenhum, né? Andou pelada numa boa.
Sou bem resolvida com meu corpo. Acho que a gente tem que ser assim, livre. Não tem que ter pudores. Temos que mostrar a sensualidade, ser sexy.

Curtiu o pessoal gritando?
Adorei! Quanto mais, melhor (risos). Quanto mais, mais eu me soltava.

Como surgiu a Mulher Melão?
Surgiu justamente por estar de topless num carro alegórico, na Vila Isabel, em 2008. E um radialista do Rio de Janeiro chamado Tino Júnior deu o meu nome. Peguei uma fama sem querer. Caiu de paraquedas na minha vida. Fiquei feliz, porque sou um personagem do funk e eu quis realmente fazer um ensaio na comunidade pra mostrar as minhas raízes. Foi uma homenagem pro povo.

Melão é por causa dos…
Por causa dos seios, mas tem muita gente que fica na dúvida. Se são os seios ou o bumbum, que também é grande.

Seus melões são turbinados?
Sim, mas são tão naturais que passa batido. É natural até na hora de pegar. Aderiu já, né (risos). Eu acho que os seios têm que ser macios, gostosos, generosos, apetitosos…

Por que você acha que agora é o momento para você sair na SEXY?
Acho que é um momento legal justamente porque o movimento tá muito forte. O funkeiro tá muito em evidência e a revista é maravilhosa. Sempre tive vontade de fazer um ensaio pra vocês e sei que vai ser um dos mais ousados da história da revista. Ir pra comunidade e ser abraçada pelo público é maravilhoso.

Você tá namorando, Renata?
Não namoro. Tenho muitos fãs pra eu me dedicar a um só (risos). Não estou preocupada com relacionamento, estou preocupada em curtir a vida com muita intensidade. O homem, pra me prender, tem que ser muito competente.

Na área sexual mesmo…
Também. Tem que ter química, tem que ser muito inteligente e muito gostoso.

O que é o homem gostoso pra você?
O homem que sabe conduzir na cama, que faz o que uma mulher gosta e que sabe priorizar. Um homem que sabe fazer uma mulher gozar.

Pra você, então, é importante que o cara saiba chupar…
É o principal. Sempre acreditei no seguinte: todo homem de verdade tem que ter muito tesão em fazer uma mulher gozar. Eu procuro esse homem. O cara egoísta, já descarto.

E fisicamente?
Não tenho estereótipo. Tem a química e a atração, pra mim, é como um imã, eu olho, quero e consigo.

Quando você quer…
Eu consigo. Sempre.

Quais são os seus artifícios para que o cara caia em suas garras?
Olhares, né? A mulher tem que ser segura. Sempre meu olhar deu certo.

Qual a frequência ideal de sexo?
Quando curto um homem, sou insaciável. Não paro. Eu gosto muito e me entrego mesmo.

Você já transou sendo observada? Porque você mostrou muita tranquilidade com a sua nudez…
Não me lembro. Mas seria legal.

Já foi a uma casa de suingue?
Fui, mas só vi, não fiz nada. E prefiro bem mais fazer. Olha, teve uma época em que era viciada em ver filme. Me dava o maior tesão ficar vendo.

E você se masturbava?
Até hoje me masturbo antes de dormir (risos). Não consigo dormir sem gozar.

Me conta uma aventura sexual…
Já transei em comunidade e adorei. Lá no Rio. Um fetiche, né?

Você goza fácil?
Muito. Mesmo. Consigo ter vários.

Você é uma afortunada…
Sim! É porque quando a química bate, é certo. Não gosto de ficar com vários homens, gosto de ficar com um e bem feito. Cada dia melhor, aprimorando.

E gosta de falar e ouvir sacanagens?
Ah, tudo rola. Cada parceiro é uma história. Tinha um cara com quem eu ficava há muito tempo… E eu gostava de ficar toda marcada. Eu gostava daquilo naquela época. Fazer o quê?