Não é pegadinha! Elga Shitara dá um show de sensualidade em seu melhor ensaio

fotos_ Ricardo Wichinsky / cabelo e maquiagem_ Cláudio Fernandes

agradecimentos_ @beraldopersonalifbb / @juniorsalles / @ladylilithconcept / @aubottier / @bronzeamentobrefany_ / @wallytattooart / @clinicasplendormassagens / www.4pdecor.com.br

 

VÍDEO GRÁTIS

 

FOTOS GRÁTIS

 

Login Entre e aprecie muitos outros conteúdos.

Elga Shitara, 27 anos, de São Paulo, SP

Como foi fazer essa segunda capa pra gente?
É um sonho sendo realizado. Sempre quis estampar a capa da SEXY sozinha. Na primeira oportunidade foi em dupla, que também amei, mas era uma proposta bem diferente. Nesse ensaio pude mostrar mais a Elga menininha com ar de malícia.

O que você fez do último ensaio pra cá?
Trabalhei intensamente, participei de outro concurso de beleza, depois dei um tempo por motivos pessoais. Agora voltei com força total.

Em que fica pensando quando está nua fotografando?
No resultado. Queria um ensaio lindo, não só pra mim, mas para os leitores da revista e meus seguidores. Saibam que tudo foi feito com muito carinho pra vocês.

Rola ficar excitada durante o ensaio?
Na verdade é mais um sentimento de egocentrismo. Me sinto uma gatinha na hora do banho.

As fotos foram feitas num ambiente de massagem, você gosta de fazer ou receber?
Ahhh vocês viram? Alguém ganhou uma massagem, (risos). Eu adoro receber massagem nos pés, aliás, amo. Mas também gosto de agradar, e tenho a mão boa, viu?

E como tem cuidado do corpo?
No ensaio anterior eu estava num ritmo intenso de trabalho, agenda lotada, então estava muito difícil manter o foco.
Mas eu tenho um personal e nutricionista que me ajuda, e nesse período que dei uma desacelerada, pegamos firme nos treinos. Obrigada professor! (risos).

Que estilo de homem você curte?
Gosto dos nerds. Amo homem inteligente. E tendo essa qualidade não importa se estiver gordinho, até porque odeio osso.

Você consegue todos os caras que você quer?
Se eu falar que consigo, vocês vão me achar metida? Eu chego pelas beiradas e dou o bote, aí nunca mais me esquecem. Soube de alguns que tiveram de fazer tratamento pra me esquecer, fora outros, que nunca me esqueceram… (risos).

Qual sua experiência sexual mais maluca?
Conheci uma pessoa e quando tivemos um pouco mais de intimidade, ele pedia pra beijar o meu pezinho, me dava uns tapinhas. Depois disso me descobri dominadora. Mas não estou mais com ele.